top of page

Iemanjá, a mãe cujo os filhos são peixes


Uma onda do mar arrebenta na praia.

É ela que chega cheinha de conchas.

Mãe do Mundo, é ela que nos faz nascer.


Odoyá sereia ... Odoyá Iemanjá.

Sedutor é seu cantar ... manso o seu andar.

Dizem que ela ama tanto o pescador, que o mata e torna ele seu esposo para com ela morar no fundo do mar.


Eita senhora danada! Quem com ela vai brincar?


Vem Janaína, vem me amar.

Traga junto seus filhos peixes para o mundo alimentar.


Lindas são sua filhas, de corpo redondo e sedutor,

São muito férteis essas meninas, cuidado senhor pescador.


Dia dois de fevereiro, é dia da mãe de todos.

Iemanjá minha mãe faceira, venha seus filhos guardar.


Vem Janaína, vem me amparar

Traga junto seus filhos peixes, para o mundo alimentar.


@lilith_venusgrimorio



bottom of page